topo_home1.jpgtopo_home2.jpgtopo_home3.jpg
Newsletter
> Receba as nossas novidades

Tradições e Festividades

Madeiros

MadeirosA secular tradição do madeiro realiza-se no mês de Dezembro e consiste em reunir um grupo de homens da freguesia que se organizam com base no alferes da festa do Espírito Santo para ir recolher o madeiro ao campo e deposita-lo no largo da igreja da freguesia onde é aceso no dia 24 de Dezembro. Noutros tempos o corte e o transporte destes madeiros era feito com processos manuais e com a ajuda de animais para o transporte. Presentemente já não se arranca a árvore manualmente mas sim com ajuda de maquinaria, poupando energia corporal e tempo; nem se transporta em carros de bois, mas a vinda do madeiro no tractor, enfeitado com palmas, Carvalhas, rosas e outras espécies vegetais, regista ainda a mesma alegria e o mesmo entusiasmo regado com jeropiga e vinho tinto que os "festeiros" oferecem a quem observa e acompanha o acontecimento.

Procissão dos homens

procissão dos homensNo Ladoeiro é realizada a procissão dos homens nas primeiras cinco sextas-feiras da quaresma e a organização desta é da responsabilidade da Irmandade da Misericórdia do Ladoeiro. Acerca desta procissão cujas raízes se perdem na noite dos tempos, António Maria Romeiro Carvalho, investigador do I.E.D.S, refere no resumo do seu estudo:

Para o camponês, a aldeia é a minha terra. Terra, grande mãe que o gerou e que o irá receber. Terra, espaço sagrado, que ele integrado no colectivo ritualmente delimita e toma posse, ao mesmo tempo que a aldeia se regenera.

A procissão dos homens do Ladoeiro é um desses ritos agrários quaresmais pelos quais o colectivo aldeão, vivos e mortos, crianças e adultos, toma posse do espaço da aldeia, se regenera e participa no processo de frutificação da semente. Numa região onde a agricultura é ainda a principal actividade económica, este rito, introduz o aldeão no reino da escuridão e dos matado. Um perigo, mas uma necessidade vital para a aldeia.»

O percurso processional inicia-se na igreja da Misericórdia, indo a frente a irmandade da mesma, vestida com as opas pretas. Ao longo do mesmo, o Pároco, em cada passo lê uma leitura alusiva. O terço é cantado pelos penitentes, divididos em dois grupos.

Os irmãos da confraria do Santíssimo Sacramento, vestido com a opa vermelha, aguardam a chegada da procissão na igreja matriz para, a seguir, também se incorporarem, até que esta termine de novo na igreja da misericórdia. Após a entrada nesta, ouve-se cantar, alternadamente a Salvé- Rainha.

O Pároco encerra a cerimónia, em cada uma das sextas-feiras, com a exortação ao cumprimento da mensagem evangélica.

Santa Catarina

Santa Catarina.jpgFesta de Santa Catarina realiza-se na segunda-feira a seguir ao domingo de pascoa. A capela situada na "antinha" local onde reza a lenda onde se deu a aparição de santa Catarina e pediu a um casal de agricultores para que aí lhe fosse erguida uma capela. Nesta segunda feira os ladoeirenses rumam até à "antinha" para ser agraciados pela santa Catarina renovarem o espírito como um acto de fé, agradecem ao pedem ajuda para enfrentar o quotidiano e despendem-se fazendo votos para no ano seguinte voltar.

Esta festa é realizada por quatro festeiras que são sempre solteiras e que com a ajuda dos seus familiares e amigos organizam a cerimónia e um tradicional de um almoço para a toda a população.